(67) 3044.8200

SOLUÇÃO TOTAL EM
SUPLEMENTAÇÃO



Metas de suplementação



uando decidimos fazer suplementação em nosso rebanho esperamos que ela seja rentável tanto do lado produtivo, quanto do lado financeiro. Pois não se justifica uma utilização de suplementação quando não traz benefícios.
É justamente isso que queremos abordar neste post. O controle da suplementação somente através da quantidade de sacos que saíram do galpão de armazenagem não garante o desempenho dos animais suplementados. A suplementação deve ser acompanhada criteriosamente em todos os seus processos antes e após cocho.
Um exemplo:
Comprei 100 sacos de um protéico para fornecimento de meus animais que estão hoje com peso médio de 300 kg. Fornecerei 0,1% do Peso Vivo por dia. O tamanho do meu lote é de 75 animais que serão tratados por 120 dias. Espero um ganho médio diário de 0,350 kg por dia de acordo com a qualidade da minha pastagem.
Fornecimento: 0,321 kg / dia/cab  ou seja, 24 kg por dia.
Em 120 dias gastarei aproximadamente 96 sacos, faço a conta com 100 sacos em função de algum desperdício ou eventual perda no transporte.

Com as contas acima chego a conclusão que meus animais consumiram 321 gramas por dia, certo? Pode ser que sim ou não.
Para garantir o consumo estimado deve haver acompanhamento constante, pois no sistema a muita perda de suplemento, e aquelas 321 gramas podem não estar indo para a boca do animal.
Por isso criamos uma ferramenta chamada de metas de consumo , que nada mais é do que o acompanhamento sistemático do consumo de suplemento por lote. Com isso conseguimos saber com mais precisão como está o consumo do lote em relação ao planejado através da análise de alguns fatores básicos de controle que influenciam muito no consumo do suplemento; que são:
• Qualidade do pasto;
• Quantidade de pasto;
• Homogeneidade do lote;
• Tamanho do lote;
• Linha de cocho;
• Posição do cocho;
• Índice pluviométrico;
• Desperdícios (cocho, galpão, transporte, caixa)
• Fatores ligados a cada propriedade (cercas,estrutura, etc);
• Acompanhamento da suplementação.

Através da análise desses fatores citados acima conseguimos estabelecer uma real situação de como está a suplementação. Como em confinamento, onde é feito leitura de cocho diariamente, na suplementação a pasto também pode ser realizada com muito sucesso.
A técnica requer treinamento dos envolvidos no fornecimento e constante análise de fatores.
Abaixo segue um exemplo de uma fazenda que realiza o controle por metas de suplementação.
No início da suplementação esperávamos um consumo bem próximo do estabelecido, que seria no caso muito próximo dos 100%, mas após o controle dos fatores de suplementação observamos que o resultado foi bem diferente do planejado, como podemos observar no gráfico abaixo.

Este acompanhamento foi realizado para demonstrar que a suplementação pode estar bem longe da nossa meta de consumo estabelecida anteriormente e que devemos corrigir constantemente para evitar perdas de produtividade e dinheiro.
No gráfico mostrado acima foram analisados diversos fatores que poderiam estar influenciando negativamente no consumo do suplemento. Dentre eles encontramos os principais gargalos da suplementação ;
Análise dos Fatores:
1. Linha de cocho – quantidade de cocho foi o principal problema encontrado. Como a suplementação protéico-energética e para um consumo imediato no ato do seu fornecimento, somente os animais dominantes tinham acesso ao cocho, ficando muitos animais sem consumir o suplemento, pois os animais dominados não chegavam no cocho causando dois problemas sobra de suplemento no cocho e desempenho aquém do esperado para os animais dominados.
2. Heterogeneidade do lote – Nesta propriedade existiam invernadas muito grandes, dificultando o aparte de lotes menores e mais homogênios, causando com isso “ilhas de dominância”que faziam com que animais menores no chegassem ao cocho, influenciando grandemente na meta traçada de suplementação.
3. Chuvas – Como não existiam cochos cobertos a chuva atrapalhou muito o consumo dos animais.

Então como podemos observar acima, os fatores de suplementação nos ajudou a saber exatamente o que causou a variação de consumo durante os meses analisados, e nos mostrou o quanto esses fatores influenciaram na nossa meta de suplementação.
Obviamente não podemos apenas medir depois que aconteceu a suplementação, devemos diariamente analisar os fatores de suplementação e corrigir imediatamente o fator que está causando o problema na suplementação, garantindo consumo e consequentemente desempenho, com isso estaremos alcançando nosso objetivo principal.

Autor: Thiago Abdo – Zootecnista